You are on page 1of 2

Casa de Nossa Senhora do Rosário

Eixo Prioritário 2 – Adaptabilidade e aprendizagem ao longo da vida

Tipologia 2.2 – Cursos de educação Formação de Adultos

Instalação e Manutenção de Sistemas Informáticos

---------------------------------------------------Acta Número um ----------------------------------------------------------


------Aos três dias do mês de Dezembro de dois mil e oito, pelas catorze horas e trinta minutos,
reuniram-se na sala número vinte e oito, da Casa Nossa Senhora do Rosário, os futuros
trabalhadores da Thecnigroup, os senhores Ana Oliveira; Carlos Jacinto; Mª dos Anjos; Manuela
Sousa; Manuela Castela; Manuela Lopes; Liliana Cruz; David Simões; Isabel Silva; Marina Pedro;
Sónia Garcia; Paula Ferreira e sua representante Gabriela Matias, que irá representar estes, na
elaboração do contrato com a entidade patronal da empresa Thecnigroup, o senhor Miguel
Laborda e a senhora Liliana Simões, através de videoconferência, com a seguinte ordem de
trabalhos.-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-------Ponto um: Duração do contrato----------------------------------------------------------------------------------
-------A Thecnigroup propôs aos trabalhadores um contrato por tempo indeterminado, mas
deixando aberto sugestões aos trabalhadores. A representante dos trabalhadores propôs à
Thecnigroup boas condições de trabalho e salário de acordo com as funções destes. A
Thecnigroup perguntou o que entendia por boas condições de trabalho, respondendo esta que
será integração no quadro da empresa, formação adequada à função que irão exercer e horário
compatível.---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-------Ponto dois: Local de trabalho--------------------------------------------------------------------------------------
-------A Thecnigroup comunicou à representante dos trabalhadores que o local de trabalho não
será fixo que poderão ter de se deslocar pelo país e pelo estrangeiro e tendo que suportar
algumas despesas. Esta não concordou com a proposta e retorquiu que os trabalhadores
querem ver pagas todas as despesas quando se deslocam ao estrangeiro, nomeadamente,
deslocação, alimentação e alojamento. A Thecnigroup concordou com esta proposta feita pela
representante dos trabalhadores.---------------------------------------------------------------------------------------
------Ponto três: Horário Laboral------------------------------------------------------------------------------------------
------A Thecnigroup comunicou ainda que o horário laboral poderá não corresponder a oito
horas diárias. A representante dos trabalhadores expôs a esta entidade que de acordo com a
Constituição da República o período de trabalho normal deverá ser de oito horas diárias, consta
no artigo centésimo sexagésimo terceiro C.T. após o qual serão pagas horas extraordinárias.
Não tendo que argumentar a entidade patronal acedeu a esta exigência visto ser de lei em
vigor. -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
------Ponto quatro: Remuneração----------------------------------------------------------------------------------------
------A entidade patronal está disposta a uma remuneração de quinhentos euros mensais
podendo ser negociáveis. A representante impôs salário de acordo com a tabela salarial
correspondente à função de técnicos de informática, que é de oitocentos euros. A Thecnigroup
concordou na remuneração imposta. ---------------------------------------------------------------------------------
Casa de Nossa Senhora do Rosário
Eixo Prioritário 2 – Adaptabilidade e aprendizagem ao longo da vida

Tipologia 2.2 – Cursos de educação Formação de Adultos

Instalação e Manutenção de Sistemas Informáticos

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
------Ponto cinco: descanso e licenças----------------------------------------------------------------------------------
------A Thecnigroup comunicou que poderá suspender o dia de descanso. A representante dos
trabalhadores contestou, que o dia de descanso, deverá ser de acordo com o código do
trabalho, invocando o artigo ducentésimo quinto C.T. Esta entidade concordou, mas exigiu aos
trabalhadores exames médicos e despiste de utilização de drogas a realizar de seis em seis
meses. A representante dos trabalhadores, não colocou nenhuma objecção, mas quis colocar
em discussão a licença de maternidade. A Thecnigroup mencionou que daria apenas três
meses de licença de maternidade. A representante dos trabalhadores, fez-se valer do artigo
trigésimo quinto, número um C.T., ou seja, que os trabalhadores gozarão de cento e vinte dias
consecutivos de licença de maternidade. Esta entidade patronal concordou e chegou a um
consenso com os trabalhadores para elaboração do contrato de trabalho, marcando a sua
assinatura para o dia quatro do corrente mês, pelas catorze horas e trinta minutos, nos
escritórios da Thecnigroup.-----------------------------------------------------------------------------------------------
------E, nada mais havendo a tratar, deu-se por encerrada a videoconferência e reunião, da
qual, se lavrou esta acta, que depois de lida e aprovada, vai ser assinada, pela entidade
patronal, Liliana Simões e pela representante dos trabalhadores, Gabriela Matias. -------------------
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-----------Entidade Patronal--------------------------------------Representante dos Trabalhadores-------------
-------_______________________-----------------------------------_________________________________-------------

Related Interests