You are on page 1of 1

A vida de Buda

Escrito por

Segundo a tradição budista, Sidartha Gautama , o buda histórico, nasceu no clã Shakya , no
início do período Magadha (546-324 a.C.), nas planícies de Lumbini, no sul do
Nepal
.

Sidartha Gautama vivia isolado em seu palácio ao meio do luxo e da ostentação. Insatisfeito
com a futilidade de sua condição, resolveu abandoná-la e, ao se deparar com o sofrimento, a
velhice, a doença e a morte
, que não conhecia, juntou-se aos monges brâmanes tornando-se um asceta errante. Por meio
do jejum e da penitência queria encontrar respostas para o sofrimento universal. A vida
contemplativa, no entanto,não foi suficiente para responder a seus questionamentos sobre o
sofrimento universal. Inquieto, Sidarta abandonou os monges e passou a seguir seus próprios
caminhos, de solidão e meditação, rejeitando o ascetismo e buscando um caminho
intermediário entre o luxo e a automortificação, capaz de conduzi-lo à verdade. Após 7
semanas sentado ao pé de uma figueira, impertubável diante das tentações do demônio Mara,
encontrou finalmente as respostas que procurava, chegando assim à
iluminação
. Sidarta alcançou assim o
Nirvana
("extinção da chama da paixão e dos desejos"). A partir desse momento, tornou-se Buda , o
Iluminado, passando a questionar as verdades dos Vedas e seus ensinamentos. Nos quarenta
e cinco anos seguintes percorreu a planície do
Ganges
, na região central da Índia, ensinando as suas doutrinas a um grupo heterodoxo de pessoas.

A sua relutância em nomear um sucessor ou em formalizar a sua doutrina levaria à formação


de vários movimentos nos séculos seguintes. Em primeiro lugar surgiriam as escolas do
Budismo Nikaya, das quais só sobreviveu o Theravada, e mais tarde o Mahayana.

1/1