You are on page 1of 1

de+res

Mini-Curso ôfurm.
€{eb bo
Parte lV q-E
ffi,ü
Ítu
l.Írrxls \
frnr ü

ProsrarÌÌação b_
*o
tÌb

trÌeI;rhi
cÍi# i

dbFH
fjn *
deÈ tw
curpfl
ÉmÍl
rü'É(
para Eletrônica Eduardo D. D. Vilela
eddv@ mailbr.com.br
$ü|'Ü
rúer
mcd
: Íug
cgas {
ftÉ
ã'=IXl
Nesta lição abordaremos novos com- aparência e eÍiciência nem sempre estão dade ltems corresponde a um controle de Cq
ponentes que dão suporte à parte gráÍica juntas, mas quando estão, o resultado é aparência idêntica a um RadioButton, só ffi
da interface com o usuário e alguns fato- muito agradável, tanto do ponto de vista que envolvido, ou seja, indexado e tË
res importantes na criação e uso de ima- de quem Íaz como de quem usa. acessado através de seu pai, o gcrra'rt
gens nestes controles, possibilitando-lhe Pensando assim, nesta lição conhe- Rad-nGro*rp. É interessante notar que nes- Ë eF'
desenvolver aplicativos com aparência e ceremos alguns recursos já presentes nas te caso a cÍiação do componente Íilho é cd é o
designque se enquadram nos padrões de interÍaces dos novos programas para Íeita através do pai: ao colocar um tEb
interface gráfica muito utilizados atualmen- Windows, de forma a tornar o soÍtware mais RadioGroup no seu form, ele não possui gr!tro
te em aplicativos comercias e mesmo em amigável e apresentável. nenhum item, e para adicionar Íilhos a ele, id tw
outras interfaces popularizadas através da úiliza-se apenas as propriedade do pai - o :ürì a
lnternet. Além dos novos conceitos, este /Íems juntamente com o String list editor. 8E|
artigo privilegia também o leitor que pos- Em tempo: para dispor os itens em .gglE t
sui interesse em Robótica, pois apresenta Mais sobre o RadioGroup duas colunas como mostrado na figura 1, tsr5" I
no projeto do circuito externo um simples faça-o através de sua propriedade f,iË'rp
mas útil esquema de acionamento de vári- Já Íoi apresentado em lição anterior o Columns. :as g1
os motores de passo, que pode ser apro- componente RadioGroup, e como vimos, :tlqEt
veitado em outros projetos, não necessa- trata-se de um componente que possui um r,Enl
riamente envolvendo PCs. Mostraremos vetor de itens, que são adicionados na prq O componente Panel AE
também um outro uso do componente priedade /Íems através do String list dF Esr
Chart, que foi visto na lição anterior. lor. Voltamos à discussão sobre este conr Um ouiro controle muito útil e versátil é FËf
ponente para apresentar uma oüra carac- o Panel: um componente visual que írt
terística importante dos controles ou cotn- implementa uma característica de bordas tE[iÍü
Apresentação ponentes, do Delphi: a idéia de um cornpo com aparência tridimensional, e é de gran- fu
nente dentro de outro componente. Se wcê de utilidade para melhorar a aparência de ffi
A crescente popularidade dos compu- notar, na mesma aba que está o contpo- um aplicativo, não apenas pelos seus efei- 1Ílrt!
tadores está intimamente ligada ao Íato de nente RadioGroup, está também o tos visuais como também pelo agrupamen- 1ìE t
que a cada nova versão de software, ca- RadioButton. Mas, porque usaÍ um ou orj- to de outros controles. Como podemos ver Ë
racterísticas tais como capacidade de in- tro? São vários os fatores que deiÍem ser na figura 2, um painel pode ser utilizado *
tuição e capacidade de uso estão cada vez levados em considerações: se for apenas para ser uma barra de botões, onde ele é n*
mais presentes. lsto não custa pouco: re- um item ou se forem mais, rnas a eolha 'pai', ou seja, 'contém' uma série de üts orl
quer maior capacidade de processamento destes não Íor exclusirra, o indhado é o SpeedButtons com alguma imagem, e es- utill
da CPU que, por sua vez, evolui e Íornece RadioButton, entretanto, patla uma esco- tes botões são associados a procedures dt
um desempenho muito melhor que a ver- lha exclusiva, o RadioGloup irnplementa que realizam uma determinada seqüência u
são de CPU anlerior, e de uma Íorma ge- meios mais elaborados para se manusear de instruções, ou como o caso do painelS [t
ral, o avanço continua tanto em soÍtware as respostas (arentos) brnecidos pelo usu- mostrado na Íigura, ser apenas uma barra f
quanto em hardware, onde um puxa o ou- ário; se você adicionar n itens ao s
tro. Até o momento, nos dois aplicativos que RadioGroup, todos ebs estarão automati- Eü
desenvolvemos, isto não foi levado em con- camente alinhados; de iá possui um frame q!
ta, pois é um item à parte - tanto é que, delimitador para o mnjunto de componen- s
existem hoje no mercado programas com tes f/hos dele - denominaremos'Íilho'cada eml
interfaces muito atraentes, mas que não componente gue é agrupado por um'pai' !l
fazem muito bem o proposto, e tamtÉm o ou'progenitoC ou ainda 'container'- nesle ìfr
contrário - softwares não muito apresentá- caso podemos dizer que cada item do g!l
veis, mas que resolvem o problema de for- RadioGroup é um filho deste, pois cada
Fig. 1 - O componente RadioGroup
ü
ma eficiente. Podemos então concluir que item especificado pelo usuário na proprie- 1r@[

't6 SABER elernÔrurcR N, 321IOUT/gg f,rf


I