You are on page 1of 11

O TEXTO POÉTICO

Português, 9ºAno - Prof. António Alves


No texto poético há um “eu” que fala das
suas emoções, do que sente em relação ao
que o rodeia.

É um texto onde há
subjetividade e que,
normalmente, aparece
escrito em verso.
VERSO: linha de uma composição
poética, dotada de um ritmo e cadência
determinados.

ESTROFE: grupo de versos que formam,


geralmente, sentido completo num
poema.
As estrofes do mesmo poema são
separadas umas das outras por um
espaço em branco.

POEMA: conjunto de estrofes.


CLASSIFICAÇÃO DAS ESTROFES QUANTO AO
NÚMERO DE VERSOS
N.º de versos Designação
1 MONÓSTICO
2 DÍSTICO
3 TERCETO
4 QUADRA
5 QUINTILHA
6 SEXTILHA
7 SÉTIMA
8 OITAVA
9 NONA
10 DÉCIMA
mais IRREGULAR
Rima - é a correspondência de sons, entre
palavras de dois ou mais versos.

De acordo com a sonoridade, a rima pode ser:

Consoante ou perfeita – quando, a partir


da vogal da última sílaba tónica de cada
verso, se verifica a correspondência de
todos os sons, vogais e consoantes.

Toante ou imperfeita – quando apenas


existe correspondência de vogais.
De acordo com a posição na estrofe, a rima pode apresentar-se:

•  Emparelhada – quando os versos que rimam


se encontram juntos (A,A);

•  Cruzada – quando os versos que rimam são


separados por um único verso (A,B,A);
•  Interpolada – quando os versos que rimam se
encontram separados por dois ou mais versos
(A,B,C,A);
•  Solta ou branca – quando não existe rima
entre os versos;
•  Interna – quando a palavra final de um verso
rima com outra no meio do verso seguinte.
De acordo com a tonalidade, a rima pode apresentar-se:

•  Aguda: Quando a rima acontece entre


palavras agudas.
Ex.: Valor/Amor; és/viés

•  Grave: Quando a rima acontece entre


palavras graves.
Ex.: Santa/planta, mala/sala,
toque/choque.

•  Esdrúxula: Quando a rima acontece


entre palavras esdrúxulas.
Ex.: Mágico/Trágico,
Fábula/Rábula
De acordo com o valor, a rima pode apresentar-se:

Rica – quando a rima acontece entre palavras de diferentes classes


gramaticais.

Ex.: cantando/bando; mar/navegar

Pobre – quando acontece entre palavras da


mesma classe gramatical.

Ex.: Falar/amar; calor/sabor;


bonito/bendito
Metro – é a medida do verso.

Escansão – a medição dos versos através da contagem de sílabas


métricas.

As sílabas métricas podem não corresponder às sílabas gramaticais, pois


contam-se até à sílaba tónica da última palavra de cada verso.

Há elisão, ou seja, só se conta como


uma sílaba métrica, sempre que duas ou
três vogais puderem ser pronunciadas numa
só emissão de som.
Ex.: Ela ouviu... = e/la / ou/viu > e/lou/viu).
Exemplificando:

O/ po/e/ta/ é/ um/ fin/gi/dor - 9 sílabas gramaticais


Fin/ge/ tão/ com/ple/ta/men/te – 8 sílabas gramaticais
Que/ che/ga/ a/ fin/gir/ que/ é/ dor – 9 sílabas gramaticais
A/ dor/ que/ de/ve/ras/ sen/te. – 8 sílabas gramaticais

O/ poe/ta é/ um/ fin/gi/dor - 7 sílabas métricas

Fin/ge/ tão/ com/ple/ta/men/te – 7 sílabas métricas

Que/ che/ga a/ fin/gir/ que é/ dor - 7 sílabas métricas

A/ dor/ que/ de/ve/ras/ sen/te. - 7 sílabas métricas


Classificação dos versos quanto ao número de
sílabas métricas:
•  Monossílabo : 1 sílaba
•  Dissílabo : 2 sílabas
•  Trissílabo : 3 sílabas
•  Tetrassílabo: 4 sílabas
•  Pentassílabo ou Redondilha Menor: 5 sílabas
•  Hexassílabo ou Heróico Quebrado: 6 sílabas
•  Heptassílabo ou Redondilha Maior: 7 sílabas
•  Octossílabo: 8 sílabas
•  Eneassílabo: 9 sílabas
•  Decassílabo: 10 sílabas
•  Hendecassílabo: 11 sílabas
•  Dodecassílabo ou alexandrino: 12 sílabas