You are on page 1of 2

Informativo mensal do Solar Bezerra de Menezes – Maio de 2008

PRINCIPAL
A Missão de ser Mãe MENSAGEM DE CONFORTO
A missão de ser mãe quase sempre começa passos, conseguindo expressar toscamente A Alma também
com alguns meses de muito enjôo, seguido em palavras seus sentimentos, juntando as Casas de saúde espalham-se em todas as
por anseios incontroláveis por comidas estra- letras numa frase. direções com o objetivo de sanar as moléstias
nhas, aumento de peso, dores na coluna, o Ser mãe é se inundar de alegria ao ouvir uma do corpo e não faltam enfermos que lhes ocu-
aprimoramento da arte de arrumar traves- gargalhada gostosa, ao ver o filho acertando pem as dependências. Entretanto, as doenças da
seiros preenchendo, espaços entre o volume a bola no gol ou mergulhando corajosamente alma, não menos complexas, escapam aos ex-
da barriga e o resto da cama. do trampolim mais alto. ames habituais de laboratório e, por isso, ficam
Ser mãe é não esquecer a emoção do primeiro Ser mãe é descobrir que, por mais sofisticada em nós, requisitando a medicação, aplicável
movimento do bebezinho dentro da barriga; que se possa ser, por mais elegante, um grito apenas por nós mesmos. Estimamos a imuni-
o instante maravilhoso em que ele se materi- aflito de “mamãe” a faz derrubar o suflê ou o zação na patologia do corpo. Será ela menos
alizou ante os seus olhos, a boquinha sugan- cristal mais fino, sem a menor hesitação. importante nos achaques do espírito?
do o leite, com vontade, e o primeiro sorriso Surpreendemos determinada verruga e recor-
Ser mãe é descobrir que sua vida tem menos
de reconhecimento. remos, de imediato, à cirurgia plástica, frus-
valor depois que chega o bebê. Que se deseja
Ser mãe é ficar noites sem dormir, é sofrer sacrificar a vida para poupar a do filho, mas trando calamidades orgânicas de extensão
com as cólicas do bebê e se angustiar com ao mesmo tempo deseja viver mais – não imprevisível. Reconhecendo uma tendência
os choros inexplicáveis: será dor de ouvido, para realizar os seus sonhos, mas para ver a menos feliz em nós próprios é preciso pon-
fralda molhada, fome, desejo de colo? criança realizar os dela. derar igualmente que o capricho de hoje não
É a inquietação com os resfriados, pânico extirpado será hábito vicioso amanhã e talvez
É ficar acordada de noite, imaginando mil criminalidade em futuro breve. Esmeramo-nos
com a ameaça de pneumonia, coração parti- coisas, até ouvir o barulho da chave na fecha-
do com a tristeza causada pela morte do por livrar-nos da neurastenia capaz de esgotar-
dura da porta e os passos do jovem, ecoando nos as forças. Tratemos também de nossa
bichinho de estimação do pequerrucho. portas adentro do lar. afeição temperamental para que a impulsivi-
Ser mãe é ajudar o filho a largar a chupeta e a Finalmente, é se inundar de gratidão por dade não nos induza à ira fulminatória. Ton-
mamadeira. É levá-lo para a escola e segurar tudo que se recebe e se aprende com o filho, ificamos o coração, corrigindo a pressão arte-
suas mãos na hora da vacina. pelo crescimento que ele proporciona, pela rial ou ampliando os recursos das coronárias
Ser mãe é se deslumbrar em ver o filho se alegria profunda que ele dá. a fim de melhorar o padrão de longevidade.
revelando em suas características únicas, é ob- A maternidade é uma dádiva. Ajudar um Apuremos, de igual modo, o sentimento para
servar suas descobertas. Sentir sua mãozinha pequenino a desenvolver-se e a descobrir-se, que emoções desregradas não nos precipitem
procurando a proteção da sua, o corpinho se tornando-se um adulto digno, é responsabilidade nos desvãos passionais em que se aniquilam
aconchegando debaixo dos cobertores. que Deus confere ao coração da mulher que se tantas vidas preciosas. Requintamo-nos, como
É assistir aos avanços, sorrir com as vitórias transforma em mãe. é justo, em assistência dentária na proteção in-
e ampara-los nas pequenas derrotas. É ouvir dispensável. Empenhemo-nos de semelhante
E toda mulher que se permite ser mãe, da
as confidências. maneira, na triagem do verbo para que a nossa
sua ou da carne alheia, descobre que o filho
palavra não se faça azorrague de sombra.
E quando vir fotos de crianças famintas, se que depende do seu amor e da segurança que
Defendemos o aparelho ocular contra a
perguntar se pode haver dor maior do que ver ela transmite, é o melhor presente que Deus
catarata e o glaucoma. Purifiquemos igual-
um filho morrer de fome. lhe deu.
mente o modo de ver. Preservamos o engenho
Ser mãe é descobrir que se pode amar ainda mais Equipe de Redação do Momento Espírita, auditivo contra a surdez. No mesmo passo,
um homem ao vê-lo passar talco, cuidadosa- a partir do capítulo “Dia das mães”, de eduquemos o ouvido para que aprendamos a
mente, no bebê ou ao observá-lo sentado no autoria de Sharon Nicola Cramer e do escutar ajudando. A Doutrina Espírita é insti-
chão, brincando com o filho. É se apaixonar de capítulo “Isso vai mudar totalmente a sua tuto de redenção do ser para a vida triunfante.
novo pelo marido, mas por razões que antes de vida” de autoria de Dale Hanson, ambos A morte não existe. Somos criaturas eternas. Se
ser mãe consideraria muito pouco românticas. extraídos da obra “Histórias para aque- o corpo, em verdade, não prescinde de remédio,
É sentir-se invadir de felicidade ante o mi- cer o coração”, vol 2, de Jack Canfield a alma também.
lagre que é uma criança dando seus primeiros e Mark Victor Hansen.”
André Luiz

DICA DE LEITURA Este livro orienta a conduta do homem com base nos ensinos evangélicos.
André Luiz traz a palavra amiga do Plano Espiritual a todos os corações, concitando
Agenda Cristã à prática da moral cristã. Amor ao próximo, aproveitamento do tempo, esforço
Francisco Cândido Xavier próprio, ociosidade, prática do bem e vigilância são alguns dos assuntos tratados
nesta obra. O autor espiritual destaca que “a conquista da perfeição é obra de
André Luiz (espírito)
esforço, conhecimento, disciplina, elevação, serviço e aprimoramento no templo
(Feb) do próprio eu”.
HOMENAGEM DO MÊS Vinicius Simplificando o Espiritismo
Por Marcus Mazza dele, Vinicius passou à se interessar viva-
Nosso homenag- mente pela doutrina espírita e logo ingressou O que é o retorno à
como colaborador no Centro Espírita “Fora
eado do mês nas-
ceu em Piracicaba da caridade não há salvação”. vida espiritual?
no dia 7 de Maio Pedro de Camargo (Vinicius) começou a
de 1878 sob o fazer suas exposições para poucas pessoas No livro dos Espíritos, Kardec afirma que
nome de Pedro de e a escrever comentários evangélicos para a vida do espírito é eterna. Somente a vida
Camargo, desen- o “Reformador”, filiando-se em seguida à corpórea é transitória, passageira.
carnando em São Federação Espírita Brasileira. Foi a partir daí
Paulo em 11 de que adotou o pseudônimo Vinicius. Poucas De acordo com Léon Denis, em Depois
Outubro de 1966. de suas palestras se conservaram uma vez da Morte, a alma desprendida do corpo
Grande evangeli- que naquele tempo elas eram taquigrafadas material e revestida do seu envoltório
zador, Vinicius até e impressas, uma vez que ainda não existiam sutil constitui o espírito, ser fluídico de
os 27 anos ainda os gravadores. forma humana, liberto das necessidades
não era espírita. Sua conversão ao espiritismo Vinicius é tido por muitos como o maior terrestres, invisível e impalpável no seu
se deu em 1905 devido à influência de um expositor do Evangelho à luz da doutrina estado normal. O espírito é apenas um
funcionário seu, o português João Leão Pitta. espírita no Brasil em todos os tempos. Suas homem desencarnado, e cada um de nós
Vinicius tinha uma loja de ferragens no cen- palavras eram claras e suas idéias se encadea- torna-se espírito na sua hora.
tro da cidade e Pitta era seu viajante. vam perfeitamente.Conhecia com profun-
Pitta era um apaixonado pelo Evangelho e didade o Evangelho.  Vinicius revivia com Denis também diz que, alternadamente, a
embora falasse com fluência, não tinha uma entusiasmo as parábolas e era simplesmente morte o devolve à vida do espaço; depois
oratória rebuscada, falando ás vezes por empolgante, e com essa facilidade de expor do nascimento, nos traz de volta para esse
quase duas horas abusando por vezes da a doutrina aos seus ouvintes arrebanhou mundo material.
paciência do público que o ouvia. Através milhares de adeptos para o Espiritismo. Com relação ao que acontece no momento
da morte, Denis diz que as sensações que
MINUTO DE SABEDORIA precedem e se seguem à morte são infini-
tamente variadas, e dependem sobretudo
Procure antes colaborar com todos, sem DEUS está em toda a parte ao mesmo tempo, do caráter, dos méritos e da elevação mor-
fazer críticas. em redor de você, dentro de você! al do espírito que deixa a Terra.
A crítica fere, e ninguém gosta de ser Jamais você está desamparado. A separação é quase sempre lenta, afirma
ferido. Nunca está só. Léon Denis, e o desprendimento da alma
E a criatura que gosta de criticar, aos poucos Não permita que a mágoa o perturbe: opera-se gradualmente. Às vezes, começa
se vê isolada de todos. procure manter-se calmo, para ouvir a voz muito tempo antes da morte, e só se
Se vir alguma coisa errada, fale com amor e silenciosa de Deus dentro de você. completa quando os últimos laços fluídi-
carinho, procurando ajudar. Assim, poderá superar todas as dificuldades cos que unem o corpo ao perispírito são
Mas, sobretudo, procure corrigir os outros que aparecerem em seu caminho, e há de rompidos.
através de seu próprio exemplo. descobrir a Verdade que existe em todas as O desprendimento é rápido e a passa-
coisas e pessoas.
gem fácil para aquele que cumpriu seus
deveres, desvencilhou-se previamente
CALENDÁRIO DAS REUNIÕES PÚBLICAS das coisas desse mundo e aspira aos bens
espirituais. Ao contrário, há luta e agonia
Quarta-Feira – 20 hs Sexta-Feira – 15 hs prolongada no espírito apegado à Terra,
07/05 – O Evangelho Segundo o Espiritismo 02/05 – Madalena que só conheceu os prazeres materiais e
Palestrante: Sandra Lemos Azeredo Palestrante: Maria Silva negligenciou preparar-se para a partida.
14/05 – Boa Nova 09/05 – O Perispírito Mas em todos os casos, assegura Denis, a
Palestrante: Inês Catarina Palestrante: Ondina Magalhães separação da alma e do corpo é seguida de
21/05 – Nosso Lar (parte 5) um tempo de perturbação, fugitivo para
16/05 – Brasil, Coração do Mundo
Palestrantes: Sônia Amâncio e Rosângela o espírito justo e bom, que desperta logo
Palestrante: Luis Fernando Paulo
Mariano para todos os esplendores da vida celeste.
23/05 – O Livro dos Espíritos – Q. 913 a 916 Porém, esse tempo é bem longo, a ponto
28/05 – Páginas do Espiritismo Cristão
Palestrante: Marcus Mazza
Palestrante: Silvio Diniz de abranger anos inteiros, para as almas
30/05 – A mulher espírita e a sociedade culpadas, impregnadas de fluidos gros-
Palestrante: Ettie Thibau seiros. Entre essas, muitas almas acreditam
viver a vida corporal muito tempo depois
da morte. Isso porque o perispírito não é
EXPEDIENTE
senão um segundo corpo carnal, aos seus
Informativo do Solar Bezerra de Menezes|Campo de São Cristóvão, 402 | (21) 2580-4445/2580-8478 olhos, submetido aos mesmos hábitos e,
Vice-Presidente: Fernando Pires da Silva às vezes, às mesmas sensações físicas que
Diagramação: Camila Simas
durante a vida.
Aceitamos contribuições compatíveis com a doutrina espírita
Fonte: Revista Espiritismo & Ciência
Entre em contato, dê sua opinião!|amigo.espirita@yahoo.com.br Especial – no 21