You are on page 1of 30

MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

Isabel Sousa Pereira

Hospital Geral de Santo António – EPE


Departamento de Ginecologia – Obstetrícia
Menopausa e suas implicações

1 – 2 milhões
de ovócitos
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

300.000 ovócitos
Disponiveis para
ovular

400 – 500 ovularão


MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

EDUCAR
Exame ginecológico
Exame mamário
Citologia
Contracepção
Menopausa
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

 Menopausa precoce
 Falência ovárica prematura, que ocorre
espontâneamente antes dos 40 anos
 Despiste de patologia endócrina
 Suporte psicológico
 Suporte hormonal
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

 CLIMATÉRIO
do Grego - ESCADA

Tempo que decorre entre a perimenopausa, menopausa e


período pós menopausa
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

PERIMENOPAUSA
Fase de transicção hormonal
47.5 anos
assintomática / irregularidades menstruais (90% )
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

REEDUCAR

Exame ginecológico/ Citologia


Exame mamário/rastreio de cancro
Ecografia pélvica
Tratamento uroginecológico
Contracepção
Controlo de pêso
Controlo de tensão arterial
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Alimentação saudável / controlo do pêso

Exercicio fisico

Abolição do tabaco

Repensar no seu corpo

Criação de diferentes centros de interesse

Aproveitar as experiências vividas até esta idade


MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

MENOPAUSA
MEN – mês
PAUSI – cessação

Cessação permanente da menstruação por falência ovárica


Idade média 51 anos

amenorreia 1 ano
teste com progestativo negativo
sinais de hipoestrogenismo
FSH > 30 – 40 UI/l
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

MENOPAUSA

Constitui na vida da mulher um período (que


poucas desejam e muitas receiam) de adaptação
física e psicológica a um conjunto de mudanças
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Há situações que aliam a idade média da mulher com experiências


negativas:

alteração da imagem corporal


diminuição da capacidade fisica

alteração do relacionamemto do casal


saida dos filhos de casa

necessidade de tratamento de familiares


morte de familiares e amigos

reforma
insegurança finaceira
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

A mulher em menopausa não


sofre de uma doença mas de
uma série de alterações
hormonais.

Conhecimento básico das


alterações fisiológicas são
fundamentais para viver esta
fase de uma forma positiva.
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

SINTOMATOLOGIA
“afrontamentos”
suores nocturnos
depressão / irritabilidade
perda de memória
alterações do metabolismo lipoproteico
patologia genitourinária
secura vaginal – dispareunia
diminuição da massa óssea
osteoporose
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

Não deve ser considerado “tratamento” inevitável como


condição de saúde após a menopausa.

Destina-se a repor niveis hormonais e melhorar a qualidade de


vida de algumas mulheres.

Deve ser considerada uma opção se for considerado melhor que


outras alternativas terapêuticas.
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

INDICAÇÕES

Tratamento de sintomas vasomotores


Tratamento de atrofia urogenital
Prevenção de osteoporose
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

CONTRAINDICAÇÕES
Hemorragia genital não esclarecida
Tumores hormonodependentes
Patologia mamária
Patologia hepática
História de flebite ou flebotrombose
História de AVC recente
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

CONTRAINDICAÇÕES RELATIVAS

Miomas
Porfiria
Endometriose
Enxaqueca
Trombofilia
Antecedentes de Tromboembolismo
Doença cardiovascular estabelecida
Insuficiência hepática
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

BENEFICIOS

Controlo da sintomatologia da menopausa


Aumento da densidade mineral óssea
Diminuição do risco de carcinoma do cólon

Sociedade Portuguesa de Menopausa


março 2004
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

RISCOS

Ligeiro aumento do risco de cancro da mama


(= ao associado a menopausa tardia)
Ligeiro aumento do risco de tromboembolismo
venoso
Ligeiro aumento do risco cardiovascular

Sociedade Portuguesa de Menopausa


março 2004
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

RISCOS

As noticias divulgadas com base no estudo WHI


sugerindo aumento do cancro da mama com THS
(associação de estrogéneo e progestativo) levaram a
uma reanalise dos resultados, tendo-se verificado não
haver qualquer significado estatistico.

O mesmo estudo não demonstrou aumento de cancro


da mama nem alteração nas doenças cardiovasculares
provocado pelos estrogéneos
Sociedade Portuguesa de Menopausa
março 2004
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

Cabe a cada mulher:


perguntar
informar-se
ponderar

DECIDIR
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

Cabe aos Médicos responsáveis pela saúde


da mulher aconselhá-la de uma forma
positiva neste período da vida e
fornecer-lhe os meios que permitam
manter íntegros o seu bem estar,
qualidade de vida e capacidades.
Dr. Daniel Pereira da Silva
Presidente da Sociedade Portuguesa de Ginecologia
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

Inicio precoce, mas individualizado após


estabelecido o diagnóstico.

Duração do tratamento variável e


individualizada, média 5 anos
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

 Estrogénios isolados
 Orais
 Transdérmicos
 Via vaginal

 Progestativos isolados cíclicos ou contínuos


 Estroprogestativos cíclicos
 Estroprogestativos contínuos
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

 Tibolona
Regulador selectivo da actividade tecidular estrogénica –actua como
estroprogestativo contínuo, por interferência no metabolismo celular;
acção estrogénica ou androgénica dependendo do tecido em causa.

Agonista dos Estrogénios


osso, cérebro, vagina
Antagonista dos Estrogénios
mama, endométrio
Mista
sistema cardiovascular
Levemente Androgénica
sistema nervoso central
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

 Fitoestrogénios

Substâncias derivadas de espécies vegetais, com alguma


actividade estrogénica
isoflavonas, lignanos, cumestanos
Biodisponibilidade variável, dependente da dieta
Acção directamente proporcional à dose administrada

CONTRAINDICAÇÃO
Alergia à soja
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

 Raloxifeno (modelador selectivo dos receptores de


estrogénios (SERM))
 Prevenção e tratamento da osteoporose
 Mulheres sem sintomatologia vasomotora

 Bifosfonatos (acção especifica no metabolismo ósseo)


 Prevenção e tratamento da osteoporose
MENOPAUSA E SUAS IMPLICAÇÕES

Terapeutica Hormonal de Substituição - THS

VIGIAR
Exame ginecológico/ Citologia
Exame mamário/rastreio de
cancro
Ecografia pélvica
Densitometria óssea
Estudo laboratorial
Hemograma, glicemia,perfil
lipidico, função hepática,
função renal
Controlo de pêso
Controlo de tensão arterial
Menopausa e suas implicações

Todos queremos colo... Um colo


doce, terno, enorme, seguro.
Um colo que cheire bem e
nos abrigue de todas as
intempéries.Depois
decobrimos que somos
grandes, que ser grande tem
imensas vantagens e alguns
inconvenientes, entre os
quais se encontra essa falta
de colo...Descobrimos que no
mundo dos grandes a
consolação reside naquilo
que cada um é capaz de
inventar que consola..